E, partindo Jesus dali, foi para as partes de Tiro e de Sidom.
E eis que uma mulher cananéia, que saíra daquelas cercanias, clamou, dizendo: Senhor, Filho de Davi, tem misericórdia de mim, que minha filha está miseravelmente endemoninhada.
Mas ele não lhe respondeu palavra. E os seus discípulos, chegando ao pé dele, rogaram-lhe, dizendo: Despede-a, que vem gritando atrás de nós.
E ele, respondendo, disse: Eu não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel.
Então chegou ela, e adorou-o, dizendo: Senhor, socorre-me!
Ele, porém, respondendo, disse: Não é bom pegar no pão dos filhos e deitá-lo aos cachorrinhos.
E ela disse: Sim, Senhor, mas também os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus senhores.
Então respondeu Jesus, e disse-lhe: Ó mulher, grande é a tua fé! Seja isso feito para contigo como tu desejas. E desde aquela hora a sua filha ficou sã.

Mateus 15.21-28

Na Fenícia dos tempos neo-testamentários morava uma mulher de origem siro-fenícia com sua filha ainda pequena. A Bíblia não nos diz o seu nome, nem se era casada, viúva ou mãe-solteira. Apenas encontramos essa mulher em grande desespero diante do quadro de sua filha estar possuída por espíritos malignos. Era fácil perceber que eram espíritos malignos que atormentavam a menina, pois não havia um diagnóstico médico preciso. As atitudes da menina não condiziam com o seu estado normal no dia-a-dia. Aquela mulher decidiu procurar Jesus… Ele era a resposta para as suas indagações, o remédio para o seu sofrimento. Certamente ele era o alívio para a sua dor. Gosto dessa mulher pela forma que ela se coloca diante de Deus, gosto porque por causa dessa mulher toda escatologia bíblica é mudada e isso não é coisa pouca, só duas pessoas fizeram isso uma é Moisés que quando feri a rocha em vez de falar e trazendo isso para nossa vida devocional é muito forte, porque na comunicação do matrimonio, a rocha é sua esposa e você o Moisés, se você falar a sua esposa ela da água, se você ferir sua esposa você não entra na terra.

Obstáculos:

Primeiro obstáculo: Ela vai atrás dele, mas ele não ouve a mulher cananeia

Ela havia usado uma expressão dos judeus: “Jesus, Filho de Davi, tem compaixão de mim”. Foi dessa forma que o cego Bartimeu fora atendido, e tivera a vista restaurada. Como “Filho de Davi”, Jesus certamente atenderia aos seus apelos em favor da filha. Vestida como grega, de origem siro-fenícia, com todo o sotaque estrangeiro, ela pôs-se a gritar, num gesto de desespero como o de quem não tem mais para onde ir. E Jesus não lhe respondeu. Ele continuou quieto, apesar dos discípulos lhe pedirem que a atendesse ou que fizesse alguma coisa para despedi-la.

Segundo obstáculo: Os discípulos mandam despedi-la

Terceiro obstáculo: Jesus não ouve os discípulos que pedem por ela, ele dá um argumento dizendo que não veio para ela, mas para os filhos de Israel.

Quarto obstáculo: Ele não aceitou a adoração dela

Não aceitou seu pedido de socorro. Então chegou ela, e adorou-o, dizendo: ‘Senhor, socorre-me! ’. ” (Mt 15.22-25).

Quinto obstáculo: Jesus a chama de cachorrinho

“Ele, porém, respondendo, disse: Não é bom pegar no pão dos filhos e deitá-lo aos cachorrinhos. ” (Mt 15.26). O que você faria com uma resposta destas de Jesus ao seu pedido de ajuda?

Conclusão:

Aqui a graça começa a ser executada. E ele estava na lei, debaixo da lei. Dali para a frente à graça se inaugura quando ele faz o primeiro trabalho para um gentio. Mas o que faz que JESUS ATENDA ESSA MULHER é a humilhação ela já  primeiro ela ora ,ela clama não dá certo, os discípulos fizeram intercessão por ela não deu certo ai quando ela se humilha no ver 27 ela se humilhou e disse eu sou um cachorrinho mesmo que cai na migalhas da mesa Jesus atende o que eu quero dizer que vai ter pessoas que por mais que nós oremos por elas ou alguma coisa que você quer de deus por mais que você ore ou você peça alguém para interceder  jesus só vai atender quando essa pessoas se humilhar e humilhar e reconhecer que depende dele.Que tal também proceder da mesma forma? “Quem se humilha será exaltado”.

Para refletir:

  • Você é uma pessoa humilde? Você suportaria uma primeira resposta negativa e discriminativa e manteria sua fé e confiança em Deus?
  • Você é uma pessoa perseverante na oração?
  • Quanto você lutaria por seus filhos ou parentes próximos?
  • Você acha que existem “fórmulas mágicas” para se obter as bênçãos de Deus? Existem “chavões evangélicos” que garantem a resposta da oração?
  • Você acha que os gentios comem das migalhas da mesa do Senhor?
  • Quem são os verdadeiros “filhos de Deus”?
  • O que você acha que precisa melhorar em sua vida para ter uma fé mais firme e operante?